CNPq

Sigla do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, o CNPq foi criado em 1951, no governo de Eurico Gaspar Dutra, como autarquia vinculada à Presidência da República. Constitui-se numa das principais agências governamentais de fomento à pesquisa, reconhecida nacionalmente por sua decisiva contribuição para a capacitação técnica e científica do País. Ao longo de sua existência, sofreu diversas transformações institucionais, destacando-se, em 1974, a transformação da autarquia em fundação e, em 1985, a vinculação ao Ministério da Ciência e Tecnologia.

O CNPq tem por objetivo promover o desenvolvimento científico e tecnológico do País, a formação de recursos humanos, a produção e difusão de informações para ensino e pesquisa em todas as áreas do conhecimento e em setores prioritários e estratégicos, de acordo com a Política Nacional da Ciência e Tecnologia. Apoia todos os setores de atividade e áreas de conhecimento. A ação de fomento encontra-se organizada em programas básicos e especiais. As bolsas e auxílios são individuais, concedidos a estudantes e pesquisadores. Os programas especiais concedem também apoios institucional a universidades, centros de pesquisa e entidades públicas que desenvolvam ações em ciências e tecnologia. Esses apoios são do tipo não reembolsável. As Bolsas de Iniciação Científica (BIC) surgiram desde o início do CNPq e ainda hoje são destinadas aos alunos de graduação.


COMO CITAR ESSE CONTEÚDO:
MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Verbete CNPq. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: <http://www.educabrasil.com.br/cnpq/>. Acesso em: 22 de jan. 2019.

Ou

Verbete CNPq, por Ebenezer Takuno de Menezes, em Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: <http://www.educabrasil.com.br/cnpq/>. Acesso em: 22 de jan. 2019.

Deixe um comentário

Carregando...