educação para todos

Expressão utilizada a partir da Conferência Mundial sobre Educação para Todos, conhecida também como Conferência de Jomtien, realizada na Tailândia, em 1990. O evento, que teve a participação dos principais organismos internacionais, como a UNESCO e a UNICEF, resultou na elaboração de um dos documentos mundialmente mais significativos em educação, lançados a partir de sua realização: a Declaração de Jomtien ou Declaração Mundial sobre Educação Para Todos. Esse documento dá seqüência a uma série de tratados internacionais, declarações e recomendações realizados desde o início do século XX para tornar realidade o direito à educação, estabelecido na Declaração Universal dos Direitos Humanos de 1948.

A idéia de educação para todos, assumida como um compromisso mundial no documento, propõe o estabelecimento de garantias à todas as pessoas de que tenham acesso aos conhecimentos básicos necessários a uma vida digna, condição insubstituível para o advento de uma sociedade mais humana e mais justa.

Os grandes princípios da educação para todos, segundo a UNESCO, são:

a educação é a arma mais eficaz contra a pobreza, pois nenhum país conseguiu a erradicação da pobreza sem a educação;
a educação de mulheres e meninas é um fator decisivo, independente de que o objetivo seja aumentar o número de pessoas alfabetizadas e o nível de vida, ou de diminuir as taxas de mortalidade e de crescimento demográfico;
o conceito de aprendizagem ao longo da vida substituiu a distinção tradicional que se estabelecia entre os anos passados na escola e a vida depois das aulas;
a aprendizagem é a chave para o desenvolvimento sustentável;
a educação deve chegar aos excluídos;
quanto melhor é o aprendizado melhor será a qualidade de vida;
o acesso e a qualidade da educação são determinantes para o seu êxito;
adaptação e flexibilidade são as novas habilidades necessárias para enfrentar um mundo em rápida mutação;
a educação deve sensibilizar para a defesa do meio ambiente, contribuindo para o melhor conhecimento dos direitos e deveres fundamentais e fomentar a maior participação na ação cívica.


COMO CITAR ESSE CONTEÚDO:
MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Verbete educação para todos. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: <http://www.educabrasil.com.br/educacao-para-todos/>. Acesso em: 25 de mai. 2017.

Deixe um comentário

Menu Title