Informações sobre uma educação em constante transformação, quando a tecnologia enriquece e facilita a aprendizagem

Cel.Lep ministra aula de tecnologia em evento para estimular meninas a ingressar na área de tecnologia da informação

No treinamento, foi possível desenvolver um aplicativo de tradução e que contribuiu com o Girls in ICT Day
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Arte sobre foto/Divulgação

 

A escola de idioma e tecnologia Cel.Lep contribuiu com o evento ao vivo Girls in ICT Day, realizado e transmitido pelo Facebook e a ITU (International Telecommunication Union), no último dia 22 de abril, ao ministrar uma aula de Introdução ao Desenvolvimento de Aplicativos, direcionada a atrair o interesse de meninas para a área de TI e incentivar a maior participação das mulheres neste setor.

A aula, dada pela professora de programação do Cel.Lep, Jailma Januário, introduziu as linguagens visual e textual de programação, apresentou as principais ferramentas que utilizam estas linguagens e até foi possível desenvolver um aplicativo de tradução do inglês para o português, e vice-versa, construído passo a passo por meio da plataforma Thunkable. A professora é graduada em Ciências da Computação pela UFPB (Universidade Federal da Paraíba) e mestranda em Sistemas da Informação na USP (Universidade de São Paulo)

“Foi um enorme prazer para o Cel.Lep poder participar deste relevante evento e ainda estimular meninas, mulheres e pessoas em geral a ingressarem no mundo da programação, que já é a linguagem do futuro, ao lado do inglês, e cujo conhecimento fará com que os jovens deixem o papel de meros consumidores e se tornem produtores de tecnologia”, afirma o CEO do Cel.Lep, Alexandre Velilla.

O Girls in ICT Day (mais sobre a iniciativa) é um evento global idealizado para destacar o Dia Internacional das Meninas nas Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs), e originalmente comemorado em 27 de abril. O Cel.Lep, como uma escola conectada à tecnologia, que incentiva a participação das mulheres neste setor, foi convidado a dar o treinamento. A participação da Escola no evento também está alinhada à parceria com o Facebook na Estação Hack, onde o Cel.Lep oferece cursos gratuitos de tecnologia e inglês instrumental para jovens.

O evento Girls in ICT Day teve como anfitriã Caroline Brandão, do ITU nas Américas, e como convidadas Doreen Martín, diretora do ITU; Lorena Pereira, cientista de dados e especialista em tecnologia; Angela Amin, deputada federal; Ana Luiza Valadares, diretora de políticas públicas de conectividade e acesso no Facebook; e Taís Niffinegger, chefe da assessoria internacional da Anatel. Elas discursaram antes da aula do Cel.Lep, sobre a necessidade de inspirar meninas a conhecerem o potencial da tecnologia, conforme atua a ITU, a agência especializada na área da ONU (Organização das Nações Unidas).

O acesso completo está no link abaixo:

http://www.facebook.com/ITUGirlsInICT/videos/194938619137114

Sobre o Cel.Lep
O Cel.Lep é uma escola de idioma e tecnologia do Brasil, vencedora do prêmio Top Educação em 2019 e 2020, e sua matriz é certificada pelo PEA-UNESCO (Programa de Escolas Associadas da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Focado em oferecer qualidade no ensino para que seus alunos adquiram fluência em inglês e espanhol, e domínio da linguagem computacional (coding), o Cel.Lep contempla, em seu conteúdo pedagógico, os quatro pilares da UNESCO (aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser). Fundado em 1967, consolidou-se como provedor de ensino multicanal, com atuação nacional, através de soluções educacionais inovadoras e de alta qualidade. Sempre atuou com pioneirismo e inovação em seus mais de 53 anos, sendo a primeira escola de idiomas a adotar laboratórios para o ensino de línguas no País. Possui cursos para crianças a partir de três anos, adolescentes e adultos. Em 2017, adquiriu a MadCode, rede de Escolas de Programação, tornando-se um Learning Center, focado em desenvolver as novas competências do século XXI, por meio do ensino de idiomas e coding. Em 2018, desenvolveu as Soluções Educacionais intracurriculares de inglês e coding para escolas de Educação Infantil ao Ensino Médio, permitindo, assim, sua expansão nacional. Em 2020, a Escola recebeu o selo GPTW (Great Place To Work), algo que reforça não só o perfil educador, mas também de uma instituição que valoriza as pessoas e o ambiente de trabalho saudável. Anualmente, o Cel.Lep atende mais de 30 mil estudantes em suas 125 unidades próprias de rua e dentro de colégios regulares, nos modelos extracurricular, em São Paulo, e intracurricular, nacionalmente, com presença em mais de 10 Estados.

Com informações de Débora Ferreira, da GPCOM Comunicação Corporativa