Informações sobre uma educação em constante transformação, quando a tecnologia enriquece e facilita a aprendizagem

Ciência e inovação mobilizam alunos de todo o Brasil na Febrace 2021

Evento que acontece de 15 a 26 de março terá plataforma virtual para apresentar 345 projetos finalistas entre propostas enviadas por mais de 4 mil estudantes de escolas de todo o País
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Foto: Reprodução/Facebook Febrace

 

A Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), organizada pela Escola Politécnica (Poli) da USP, divulgou o nome dos 345 projetos finalistas deste ano, escolhidos entre cerca de 1.250 propostas inscritas, submetidas por mais de 4 mil estudantes de todo o País. A Febrace é o maior evento da área no Brasil e os trabalhos selecionados para a final envolveram 716 estudantes de 295 escolas do ensino fundamental, médio e técnico de vários Estados, com a participação de 482 professores, que atuaram como orientadores dos projetos.

O evento de exposição dos trabalhos finalistas acontece de 15 a 26 de março na Plataforma Febrace Virtual, por onde também serão transmitidas palestras e lives com especialistas e autoridades.  Depois, eles serão julgados e premiados pela criatividade e rigor científico. A cerimônia de premiação será no dia 27 de março com transmissão pelo Youtube.

“O número significativo de projetos inscritos nesta edição – atípica por causa da pandemia – mostra a importância da Febrace como uma iniciativa capaz de estimular o interesse dos jovens pela área científica”, destaca a coordenadora geral da mostra, Roseli de Deus Lopes, professora da Poli. “Os estudantes tiveram de superar as diversas dificuldades causadas pela pandemia para concluir seus projetos, sem que isso afetasse a qualidade dos trabalhos”, acrescenta.

Segundo ela, a Plataforma Virtual deste ano está muito mais atraente e interativa. No hall de entrada, os visitantes poderão acessar, em um mesmo espaço, todas as atividades da Febrace. Poderão assistir a palestras e lives; visitar a mostra dos projetos, votar no preferido e deixar comentários; conhecer os estandes dos patrocinadores e até tirar foto para guardar de recordação.

Nas edições anteriores, a Febrace foi organizada no formato presencial, mas, com início da pandemia, o evento teve que ser reformulado para o formato on-line, e as regras se mantiveram iguais desde então. Os projetos continuam a ser julgados com o mesmo rigor por professores universitários e especialistas, que fazem a avaliação a distância, em teleconferências fechadas. Os autores dos melhores projetos, nas diversas categorias, ganham troféus, medalhas, bolsas e estágios, num total aproximado de 300 prêmios e oportunidades no Brasil e no exterior. Também são selecionados nove projetos para concorrer na Regeneron ISEF 2021 – a maior feira internacional do gênero, que ocorrerá de 16 a 21 de maio.

 

Na edição passada, a Febrace contou com a apresentação de trabalhos no formato virtual – Foto: Reprodução/Febrace

 

Promovida anualmente pela Poli e realizada pelo Laboratório de Sistemas Integráveis Tecnológico (LSI-TEC), a Febrace tem como objetivo estimular a cultura científica, a inovação e o empreendedorismo na educação básica e técnica, despertando novas vocações nessas áreas e induzindo práticas pedagógicas inovadoras nas escolas.  A edição 2021 tem o patrocínio da Samsung, Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, Petrobras, e apoio institucional do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Confira a relação de finalistas da Febrace 2021: https://febrace.org.br/finalistas-e-premiados

 

Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace)
De 15 a 26 de março de 2021
Local: Plataforma Virtual Febrace em febrace.org.br

Cerimônia de premiação: 27 de março de 2021
Transmissão às 15 horas no Canal da Febrace no YouTube

Acompanhe a Febrace pelo site www.febrace.org.br  ou pelo Facebook:  www.facebook.com/febrace

 

Jornal da USP e Acadêmica Agência de Comunicação