cursos seqüenciais

Os cursos seqüenciais, regulamentados pelo Conselho Nacional de Educação (CNE) em 1999, são considerados uma modalidade do ensino superior que servem como alternativa ou complemento aos cursos de graduação. Ao concluir o curso seqüencial, o aluno pode usar o diploma de nível superior para atuar no mercado de trabalho, mas ainda não tem título de bacharel. Há dois tipos de cursos seqüenciais: os “cursos seqüenciais de complementação de estudos” e os “cursos seqüenciais de formação específica”.

Segundo a Secretaria de Educação Superior do Ministério da Educação (MEC) “os cursos seqüenciais podem ser feitos antes, ao mesmo tempo ou depois de um curso de graduação e não se confundem, assim, com os cursos e programas de graduação, pós-graduação, ou extensão.” Não conferem titulação equivalente ao bacharel, tecnólogo ou licenciado, que são graus obtidos em cursos de graduação tradicionais. Eles são definidos por “campo do saber”, enquanto os cursos de graduação tradicionais são oferecidos por área do conhecimento e suas habilitações.

Como os cursos seqüenciais conferem o diploma de nível superior mas não valem como graduação, foi criada a graduação modulada, uma articulação entre os currículos dos cursos seqüenciais e os da graduação.

O papel dos cursos seqüenciais tem sido ponto polêmico, uma vez que, colocados como uma das soluções para o problema da formação de nível superior no Brasil, alguns acreditam que eles abrem portas para a formação de pessoas sem a qualificação exigida por lei, além de dar espaço para legalizar cursos que seriam “caça-níqueis”. Outros acreditam que a redação sobre os cursos seqüenciais levantam dúvidas e que deveria haver uma distinção clara entre áreas de conhecimento e campos de saber, proibindo cursos seqüenciais que sugiram habilitação profissional em áreas e atividades privativas de profissões regulamentadas.


COMO CITAR ESSE CONTEÚDO:
MENEZES, Ebenezer Takuno de; SANTOS, Thais Helena dos. Verbete cursos seqüenciais. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: <https://www.educabrasil.com.br/cursos-sequenciais/>. Acesso em: 05 de ago. 2020.

Ou

Verbete cursos seqüenciais, por Ebenezer Takuno de Menezes, em Dicionário Interativo da Educação Brasileira - Educabrasil. São Paulo: Midiamix, 2001. Disponível em: <https://www.educabrasil.com.br/cursos-sequenciais/>. Acesso em: 05 de ago. 2020.