Informações sobre uma educação em constante transformação, quando a tecnologia enriquece e facilita a aprendizagem

Departamento de Computação da UFSCar terá Espaço Maker

Focado em inovação tecnológica, o Espaço abrigará atividades de ensino, pesquisa e extensão junto a empresas, escolas e indústrias
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print
Foto: Divulgação/UFSCar

 

Na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), o Departamento de Computação (DC) contará com um Espaço Maker destinado ao desenvolvimento de protótipos e robôs, a aulas e à consolidação de diversas pesquisas. Localizado no térreo do Departamento, o Espaço contará com computadores e infraestrutura adequada à inovação tecnológica.

A cultura maker vem se fortalecendo e tem como lema a frase Faça Você Mesmo (“Do It Yourself”). Espaços destinados à inovação e à criação de soluções são parte importante do processo. Com 88 m², a construção de um Espaço Maker no DC foi solicitada pela Chefe do Departamento de Computação, professora Vânia Neris.

“Este Espaço é uma solicitação antiga do DC”, conta Vânia. “Um espaço destinado à construção de artefatos com tecnologias computacionais é de extrema importância para a pesquisa, extensão e para o ensino nos nossos cursos de Engenharia e Ciência da Computação”, complementa a Professora.

O projeto foi elaborado pela Secretaria-Geral de Gestão do Espaço Físico (SeGEF) da UFSCar. A aprovação para início da reforma foi realizada pela Reitoria por meio da Pró-Reitoria de Administração (ProAd) da Instituição.

Para a Reitora da UFSCar, Profa. Dra. Wanda Hoffmann, o Espaço “consolida o caráter inovador da UFSCar, presente ao longo destes 50 anos de história. É gratificante que nosso trabalho possa contribuir para o avanço da ciência, para o desenvolvimento de novas tecnologias e para a formação de pessoas, missões da Universidade pública”, finaliza a Reitora.

O Espaço Maker do DC está em vias de finalização. “Está ficando um espaço bem interessante, com layout e infraestrutura adequados para a experimentação, descoberta, criação, invenção e investigação de novas tecnologias computacionais. O espaço foi criado para deixar fluírem as ideias, favorecer o movimento, a cooperação, a colaboração e a autonomia dos nossos estudantes. Neste espaço, também esperamos receber estudantes das escolas da região para atividades relacionadas à cultura maker e à disseminação do conhecimento em computação”, finaliza a Vânia Neris.

 

Texto: Assessoria de Imprensa da UFSCar