ECA

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Refere-se ao Estatuto da Criança e do Adolescente, fundamentado na Lei n° 8.096, de 13 de julho de 1990. Estabelece direitos e deveres de milhões de brasileiros de 0 a 18 anos, além de regulamentar conquistas garantidas pela Constituição de 1988, pela Convenção dos Direitos da Criança de 1989, que inspirou o estatuto, e por outras leis internacionais. Diferente de outras leis e normas criadas em gabinetes de Brasília, o ECA foi criado com a mobilização popular.

A Constituição de 1988, em seu artigo 227, diz que é “dever da família, da sociedade e do Estado assegurar à criança e ao adolescente, com absoluta prioridade, o direito à vida, à saúde, à alimentação, à educação, ao lazer, à profissionalização, à cultura, à dignidade, ao respeito, à liberdade e à convivência familiar e comunitária, além de colocá-los a salvo de toda forma de negligência, discriminação, violência, crueldade e opressão”.

Destacam-se como avanços proporcionados pelo ECA a melhoria dos indicadores de saúde e educação; maior presença da família nas políticas sociais, com a valorização da participação de pais nos colégios e renda mínima; e mais iniciativas de administrações públicas para a realização de programas para a população infanto-juvenil.

COMO CITAR ESTE CONTEÚDO:
MENEZES, Ebenezer Takuno de. Verbete ECA. Dicionário Interativo da Educação Brasileira - EducaBrasil. São Paulo: Midiamix Editora, 2001. Disponível em <https://www.educabrasil.com.br/eca/>. Acesso em 22 jun 2021.

COMENTE ESTE VERBETE:

A redação receberá o link deste verbete e, numa futura atualização, seu comentário pode ou não ser considerado. Faça críticas ou elogie algum aspecto, ou colabore com algum link de artigo, imagem ou vídeo que possa ampliar a compreensão dos leitores.