Informações sobre uma educação em constante transformação, quando a tecnologia enriquece e facilita a aprendizagem

Happy Code levará experiência de letramento digital à Bett Educar 2019

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Share on print

Os famosos laboratórios de informática ou as aulas de culinária para aprender frações são coisa do passado. Escolas no mundo todo já entenderam a importância do letramento digital desde muito cedo. A Base Nacional Curricular, que deverá ser implementada a todo o ensino fundamental, em todas as escolas a partir de 2020, é clara em relação à alfabetização digital.

Das 10 competências gerais da BNCC, duas delas abrangem o uso da tecnologia pelos alunos de maneira direta e expressiva. Enquanto uma diz respeito ao digital como uma das linguagens a serem utilizadas, a outra foca totalmente no aprofundamento de seu uso com senso crítico.

Para que gestores e professores entendam um pouco mais sobre esse desafio da educação no Brasil, a HAPPY CODE, o terceiro maior provedor particular do ensino de tecnologia no Brasil e a sexta maior iniciativa no mundo, apresentará na BETT Educar 2019 o LET – Lean Education Technology, um método de ensino baseado no modelo Lean Startup, criado pela empresa, e já alinhado à BNCC (Base Nacional Curricular).

“A participação na Bett Educar revela uma nova fase da Happy Code: estar na maioria das escolas do país. Nosso objetivo é levar o ensino da tecnologia para que todas os jovens brasileiros sejam capazes de criar soluções de impacto para melhorar a vida de milhões de pessoas pelo mundo”, diz o CEO da Happy Code, Rodrigo Santos.

A Happy Code investiu cerca de R$ 1,5 milhão na metodologia, que apresenta três conceitos centrais, com princípios relevantes de ensino e aprendizagem: descoberta (fase do aprendizado), missão (receber um problema para ser resolvido) e a construção e prototipagem (criação e apresentação do projeto com protótipos de alta e baixa fidelidade) para a solução do problema.

Experimentação – No evento, quem passar pelo estande da Happy Code terá a oportunidade de participar de uma experimentação de 20 minutos para entender mais sobre a aplicabilidade da nova metodologia no ambiente escolar. Os visitantes serão convidados a experimentarem uma versão reduzida do processo de ideação e design thinking das aulas no modelo LET e serão desafiados a criarem soluções alinhadas aos objetivos de desenvolvimento sustentável da ONU, como igualdade de gênero, água potável e saneamento, energia limpa e acessível e vida na Terra.

A experiência levará o participante a entender a aplicação do LET na educação. Ao final da oficina, será possível criar um protótipo simples utilizando LEGO®, Internet das Coisas (IoT) e Scratch. Quem participar da oficina levará um kit de design thinking para poder replicar o que aprendeu.

Sobre a Happy Code – Fundada em 2015, pelo empreendedor Rodrigo Santos, a Happy Code é uma escola de tecnologia e inovação, pioneira no desenvolvimento da metodologia LET e referência global na utilização do modelo de ensino STEAM, que integra conceitos Ciências, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática em uma única metodologia. A variada grade curricular oferece aulas que vão desde programação, criação de aplicativo a games. A startup também oferece programas pioneiros como o Curso de Youtubers e Robótica com Drones. Atualmente, a empresa possui 10 mil alunos ativos, 130 unidades em operação no Brasil e uma em Angola, além de 15 unidades em Portugal. Cerca de 35 mil crianças e adolescentes já foram impactados pela franquia.

SERVIÇO
Estande D141
Rua D
Das 09h00 até as 19h00

Informações à imprensa
NQM Comunicação/SP
Beth Matias – (11) 99656-4582- beth@nqm.com.br